• Equipe

O que precisa para abrir um salão de beleza

Se você quer saber como montar um salão de beleza, mas não tem ideia de onde começar, confira agora como montar um plano de negócios para abrir o seu salão de beleza em um espaço pequeno ou grande.


Inclusive, vale a pena dizer que seja um salão de beleza na garagem de um bairro ou um grande centro de estética, esse é um negócio que movimenta muito dinheiro.


Isso quer dizer que, na contramão da crise gerada pela pandemia de Covid-19, o mercado de estética segue aquecido, pois no ano passado, o segmento saltou 5,8% em todo o mundo.


Em levantamento da Pesquisa de Beleza e Cuidados Pessoais da Euromonitor, foi apontado que o Brasil terá um aumento acumulado de 2,7% a cada ano.


Sabendo disso, veja o passo a passo para montar o plano de negócios do seu salão de beleza.


Investimento Para Abrir Um Salão De Beleza


O investimento para montar um salão de beleza depende do tamanho do espaço, quantidade de funcionários e qualidade dos equipamentos.


Por exemplo, para um salão pequeno, estima-se aproximadamente R$ 10.000,00, mas sem funcionários, em um ambiente pequeno e com equipamentos simples e baratos.


Já um salão de beleza de porte médio, com manicure, pedicure, maquiagem e recepção com a venda de produtos, ficará em média entre R$ 35.000,00 e R$ 50.000,00.


Vale lembrar que estamos tratando de um salão de porte médio e com a possibilidade de ótimo faturamento.


Custos Mensais De Um Salão De Beleza


Preocupar-se com o investimento de abertura e se esquecer dos custos mensais é um erro comum de empresários iniciantes, que acabam falindo os seus negócios.


Quem deseja montar um salão de beleza de sucesso deve saber exatamente os seus custos mensais, colocá-los em um plano de negócios e seguir o planejamento estratégico estabelecido. Então, veja abaixo os principais custos de um salão de beleza.


  • Luz (alto custo);

  • Água (baixo custo);

  • Aluguel (alto custo);

  • Manutenção de equipamentos (baixo custo – pouco frequente);

  • Funcionários (alto custo);

  • Produtos e estoque (alto custo);

  • Impostos (médio custo – depende do enquadramento tributário);

  • Telefone/internet (baixo custo);

  • Limpeza (médio custo).


Vale lembrar que um salão de beleza com cabeleireira, recepcionista, maquiadora e manicure/pedicure tem um custo mensal médio entre R$ 7.000 e R$ 10.000.


Precificação Dos Serviços E Produtos Do Salão De Beleza


É comum ao abrir um salão de beleza que os empresários utilizem como base os preços dos concorrentes. Contudo, isso está errado.


O preço ideal depende das especificidades do seu negócio, ou seja, custos, investimento, qualidade, entre outros. Por isso, para determinar o preço de cada serviço você deve saber, antes de tudo, o valor gasto para prestá-lo.


Para isso, some os custos da matéria-prima, luz, água e custos fixos de todos os atendimentos em seu estabelecimento.


Em seguida, divida os valores pelo número de serviços previstos por mês. Isso trará um custo médio por serviço necessário para que se obtenha lucro, ajudando a decidir quanto será necessário cobrar.


Em média, é interessante cobrar entre 80% a 150% acima do custo que o salão tem para oferecer o serviço.


Defina um Público-Alvo


Antes de investir seu dinheiro em um salão, você deve conhecer o mercado de estética e o seu público-alvo! Desse modo, faça uma busca por seu cliente ideal, ou seja, monte uma persona. Assim, você irá conseguir montar o seu negócio a partir de seu potencial cliente. Para isso, descubra o seguinte:


  • Idade;

  • Sexo;

  • Interesses comuns;

  • Hobbies;

  • Classe econômica

  • Distrações que gostariam em um salão de beleza;

  • O que julgam importante para adquirir o serviço de beleza;

  • Tipo de comunicação;

  • Ambientes frequentados;

  • Quais ambientes sentem-se à vontade (para que seja possível replicá-los no salão).


Sabendo qual o público você quer impactar, fica mais fácil personalizar a experiência do seu salão de beleza.


Localização Do Salão De Beleza


No início, o seu salão de beleza não será tão conhecido, por isso a localização é extremamente importante para conseguir adquirir clientes ao longo do tempo. Para isso, leve em consideração os seguintes aspectos:


Fluxo de Pessoas: Fique atento ao fluxo de pessoas na localização onde você quer montar o seu salão de beleza. Além disso, avalie os outros negócios da vizinhança, ou seja, veja se parecem estar movimentados. Isso ajudará a saber mais sobre esse local.


Acesso: Verifique a facilidade de acesso, incluindo a possibilidade de estacionar no local. É fácil de chegar? Tem estacionamento perto? Essa é uma facilidade que amplia o conforto dos clientes em seu atendimento para pessoas que vêm de outras regiões.


Fornecedores


Comprar tanto os produtos utilizados no salão (matéria-prima), quanto os cosméticos vendidos aos clientes e que dão lucros, exige um bom fornecedor, ou até mesmo mais de um.


Quanto melhor o valor obtido com os fornecedores, melhores serão os preços oferecidos pelo seu salão de beleza. Para isso, veja abaixo, algumas dicas para escolher os melhores fornecedores:


  • Selecione 15 fornecedores de produtos da sua região;

  • Entre em contato e avalie as propostas, considerando: preço, qualidade do produto, tempo de entrega, prazos para pagamento e facilidades em geral;

  • Escolha os 5 fornecedores que mais gostou e procure chegar ao valor mais baixo de cada um;

  • Escolha uma das empresas, barganhe o preço mais um pouco, e feche negócio.


Marketing


Serviço de qualidade, preço “justo” e boas indicações são importantes, mas não são o suficiente para manter o salão sempre cheio.


Por isso, é fundamental investir em marketing, pois a publicidade constante faz com que novos consumidores estejam sempre em contato com o negócio, tornando assim o seu salão em um lugar requisitado e cheio.


Um grande erro dos empreendimentos é investir em uma campanha de inauguração, conseguir clientes e depois interromper a divulgação, acreditando ter atingido o tão almejado sucesso.


Por isso, separe parte do seu orçamento para a divulgação mensal do seu salão de beleza.


Normalmente, o que tem-se visto em salões de beleza com bons resultados é a divulgação em redes sociais, como o Facebook e Instagram, inclusive utilizando promoções e sorteios.


Burocracias


Assim como qualquer empresa, um salão de beleza precisa contar uma série de registros.


Apenas deste modo o negócio pode arcar com os seus impostos, registrar funcionários e permitir a atuação legal do empresário.


Dessa forma, o empreendimento precisa fazer seu cadastro nos seguintes órgãos:


  • Secretaria da Receita Federal (para obtenção do CNPJ);

  • Secretaria Estadual de Fazenda;

  • Prefeitura Municipal (para obtenção do alvará de funcionamento);

  • Entidade Sindical Patronal;

  • Caixa Econômica Federal (para cadastramento no sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”);

  • Corpo de Bombeiros Militar (para vistoria que autorize o funcionamento do negócio).


Por fim, use essas dicas para estudar antes de fazer o seu plano de negócios. E o recomendado é que se procure um profissional qualificado que entenda do assunto, pois sem o devido conhecimento, você pode estar jogando as suas economias fora ao errar em algum passo do seu plano e assim decretar falência logo de cara.


Contudo, este conteúdo serve de inspiração para você abrir o seu salão. Procure qualificações através de cursos, como por exemplo o SEBRAE, que te ensina tudo sobre investimentos, cálculo de custos, cálculos de precificação de serviços e por aí em diante.